Monthly Archives: Outubro 2011

A METÁFORA EM CIÊNCIA: BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA COMPUTAÇÃO

ernesto costa

http://vimeo.com/31600874

Matéria, vida e consciência são o objecto de estudo de diversas ciências que o homem foi criando ao longo dos tempos. Cada uma destas ciências adoptou os  seus modelos interpretativos, focados seja em entidades individuais, autónomas (visão cartesiana), seja em colectivos de entidades que interagem entre si, ou sociedades emergentes (visão holística). Matéria, vida e consciência não existem todavia isoladamente, pois não há consciência sem vida, nem há vida sem matéria: relacionam-se entre si como as bonecas matrioskas. Natural pois que muitos dos modelos científicos criados para explicar uma realidade resultem de projecções metafóricas de modelos de outra(s) realidade(s). Os computadores são entidades (artificiais) de um novo tipo, sendo que muitos se interrogam hoje sobre a sua natureza e as suas possibilidades. Estão na origem de uma nova ciência, a Ciência da Computação. Nesta apresentação, iremos procurar mostrar como é possível transferir modelos criados para explicar processos biológicos para as ciências da computação.  Em particular, mostraremos como a Biologia, as suas teorias e modelos, tem sido usada para criar modelos computacionais vocacionados para a resolução de problemas de elevada complexidade.

Ernesto Costa_É Professor Catedrático no Departamento de Engenharia Informática da Universidade de Coimbra. Co-fundador e primeiro Presidente eleito do Departamento entre Março de 1997 e 1999 e Presidente do Conselho Científico entre 2006 e 2008. Doutorado em Engenharia Electrónica (área das ciências da computação) pela Universidade de Coimbra em 1985. Os seus principais interesses encontram-se nas áreas da computação evolutiva, da inteligência artificial, dos sistemas complexos e da cognição e biologia computacional. Foi co-fundador do Centro de Informática e Sistemas da Universidade de Coimbra (CISUC), e seu Presidente entre Maio de 1998 a Junho de 2000. Foi também o fundador do Grupo de Inteligência Artificial que dirigiu até 2003, quando fundou o grupo de Sistemas Complexos e Evolutivos no interior do CISUC. Participou em diversos projectos e recebeu vários prémios. Recebeu em 2009 o EvoStar Award for Outstanding Contributions to the Field of Evolutionary Computation. Organizou vários encontros científicos e publicou para cima de 150 artigos em livros, revistas científicas e actas de conferências. Desde 2005 que é membro do Conselho Científico de SolveIT Software, e desde 2008 que é membro do Conselho Científico de PERADA_Network of Excellence on Pervasive Adaptation.

Ouça o podcast ou descarregue-o aqui.

estaleiros performativos, uma aproximação interdisciplinar à arquitectura

ines.moreira

http://vimeo.com/30305196

A pesquisa curatorial contemporânea explora diversos processo e formatos, que vão do evento, à exposição, à instalação/dispositivo, a formatos mais imateriais, como textual, relacional, ou outros modos de transferência visível/experiencial/audível. Este projecto assume que a curadoria (enquanto pesquisa e prática) perturba, lê e reescreve ensamblagens existentes, produzindo novos objectos alterados. Propomos uma noção processual e transformativa de conhecimento curatorial, diferindo de exercícios expositivos com objectos originais estabilizados, colecções, arquivos, ou outras práticas expositivas baseadas na cultura material.

Inês Moreira_Inês Moreira é arquitecta, investigadora e curadora. Arquitecta pela (FAUP, Porto, 2001). Mestre em Arquitectura e Cultura Urbana (UPC Barcelona 2003). Candidata a Doutoramento em Curatorial/Knowledge, Goldsmiths College, University of London com o apoio da Fundação para a Ciência e Tecnologia. Enquanto investigadora e professora tem colaborado com o Mestrado de Arte e Design para o Espaço Público (FBAUP, Univ. Porto), o Mestrado em Museologia (FLUP, Univ. Porto) e como investigadora do CITAR (Univ. Católica, Porto). Na sua investigação e prática tem experimentado colaborações entre arquitectura, arte e aproximações oblíquas e especulativas à cultura contemporânea. Nos anos recentes tem criado e produzido instalações espaciais para exposições de arte e tem desenvolvido investigação curatorial sobre espaço sob o título «Performing Building Sites». É a criadora da plataforma curatorial petit CABANON dedicada à investigação e experimentação em torno das ligações entre espaço e cultura.

Ouça o podcast ou descarregue-o aqui.

%d bloggers like this: